8 curiosidades sobre a culinária portuguesa

culinária portuguesa

Brasil e Portugal andam cada vez mais próximos, seja com o acordo ortográfico, a guerra de memes ou a onda de brasileiros que se mudam para o país europeu. Para celebrar essa relação, buscamos curiosidades sobre a culinária portuguesa que vão deixar qualquer um com água na boca.

1. Nem só de bacalhau vivem os portugueses. Apesar de associarmos o peixe à cozinha lusitana, existe uma variedade de receitas, muitas delas com arroz (arroz de pato, arroz de tomate, arroz de marisco), e outras como cozido à portuguesa, sardinhas assadas, caldeirada de peixe e polvo à lagareiro.

2. Mas, sim, o bacalhau é muito presente na culinária portuguesa. Os portugueses foram os primeiros a introduzir o peixe na alimentação, que pode ser conservado durante longas travessias. O bacalhau é consumido em Portugal desde a época das Grandes Navegações e se tornou um prato nacional. Bacalhau à Brás, bacalhau assado, arroz de bacalhau, bolinhos de bacalhau, pataniscas (uma espécie de bolinho feito com farinha, sem batata) são apenas algumas das receitas mais tradicionais no país.

Risoto de BacalhauRisoto de bacalhau. Reprodução/Peixe Urbano

3. Arroz doce e caldo verde, quitutes juninos que amamos, foram importados de Portugal. O arroz doce veio originalmente da Tailândia, apenas com arroz e açúcar, ganhando gemas e canela na cozinha portuguesa. Já o caldo verde, sopa preparada com couve e batata, tem raízes na região norte de Portugal e foi eleito em 2011 uma das 7 maravilhas da gastronomia portuguesa.

4. Feito com leite de ovelha, o Queijo da Serra da Estrela tem sabor forte e textura cremosa. Não é tão conhecido fora de Portugal, apesar de muito apreciado pelos amantes de queijo. Também está entre as 7 maravilhas gastronômicas do país.

5. Um dos pratos típicos de Portugal se chama Francesinha, criado na cidade do Porto. Entre muitas histórias sobre sua origem, diz-se que o sanduíche é uma versão turbinada das receitas francesas de croque-madame e croque-monsieur, o que explica o nome. São dois pães de forma recheados com bife bovino, linguiça, salsicha fresca, fiambre (uma espécie de presunto) e queijo. Leva ainda uma cobertura de queijo e um molho levemente picante, à base de tomate, cerveja preta e vinho do porto.

FrancesinhaReprodução/TeleCulinária

6. Os doces portugueses compõem uma apetitosa paleta de tons de amarelo, já que grande parte das sobremesas tem ovo como principal ingrediente. Cada região tem seus quitutes, como a torta de Azeitão e os ovos moles de Aveiro. Outras receitas são encontradas em diversos lugares, com variações, como a queijada e o famoso pastel de nata.

Doces portuguesesReprodução/Letras Saborosas

7. Inclusive, o pastel de nata costuma ser chamado de pastel de Belém, no Brasil. No entanto, o único pastel de Belém em Portugal fica em Lisboa, no bairro de Belém, onde a fábrica original segue em plena atividade. No restante do país, o doce se chama pastel de nata.

8. Por fim, um doce português protagonizado por outro ingrediente: o salame de chocolate. A combinação de chocolate, bolacha do tipo Maria, manteiga, açúcar e gemas (claro) faz sucesso em todo o país, sendo comercializado em padarias e supermercados. O doce também é tradicional da culinária italiana.

Salame de chocolateReprodução/Curso de Russo

Difícil escolher qual dessas receitas parece mais saborosa! Aproveite os descontos do Peixe Urbano em restaurantes portugueses para experimentar essa deliciosa gastronomia.