Como se comportar no rodízio de carnes

rodízio de carnes

Opa, seus amigos falaram em rodízio de carnes e você foi logo se preparando pra fartura: jejum de 24h pra não estragar o apetite, roupas largas e nada de jeans, pra não precisar abrir aquele botãozinho.

joey tribbiani com calça de gestante em friends

No Peixe Urbano, o favorito dos usuários é o rodízio de carnes, que sai disparado na frente da pizza e do japonês, também queridinhos do nosso cardume. Diferente do futebol e suas rivalidades, o churrasco é uma paixão nacional que une os brasileiros – de preferência no domingo, com sol e cervejinha.

Imagina então uma sequência ininterrupta de carnes, com 20 a 30 cortes diferentes chegando prontinhos à mesa, um atrás do outro. Não temos maturidade pra isso!

rony weasley

A ideia surgiu por aqui mesmo, quando churrascarias do Sul começaram a servir o “espeto corrido”, como era chamado o rodízio, na década de 60. De lá pra cá, a tradição brasileira já ganhou o mundo.

Quem é você na churrascaria?

Existem 3 tipos de pessoas entre os frequentadores do rodízio de carnes:

  • Os civilizados, que seguem as regras de etiqueta à mesa, escolhem um único tipo de entrada, comem somente até estarem satisfeitos e guardam um espacinho para a sobremesa.

angelina jolie

  • Os iniciantes, que enchem o prato de pastelzinho e batata frita, fazem a festa no buffet japonês, queimam cartucho com a linguiça e não se atentam ao tipo de carne que estão comendo.

michelle tanner três é demais

  • Os ogros (apelido carinhoso), que evitam distrações como buffet, comida japonesa e sobremesa, regulam a bebida, concentram-se na carne, fazem amizade com o garçom e só deixam o rodízio com a certeza de que não sobrou espaço nem para um pãozinho de alho.

homer simpson

Boas práticas

Seja qual for o seu perfil, vale conferir algumas dicas para usufruir o máximo da sua ida ao rodízio:

  • A comida não vai a lugar algum: você não precisa ir direto ao buffet, nem encher o prato com a primeira carne que o garçom trouxer. Pode sentar à mesa, pedir bebidas e escolher cuidadosamente o que vai comer.
  • Buffet e acompanhamentos: o pastelzinho tá liberado, assim como saladas e outros acompanhamentos, mas lembre-se que você está pagando pela carne, ela deve ser o seu foco.
  • Sinal verde: faça bom uso da sinalização na sua mesa. Você pode interromper a chegada de carnes temporariamente para saborear seu prato em paz.
  • Carnes especiais: pergunte ao garçom sobre os cortes especiais disponíveis na casa, para não ficar apenas na picanha e na linguiça. Você pode pedir a carne de sua preferência: alcatra, filé-mignon, lagarto, lombinho e picanha suína são ótimas opções.
  • Bebidas e sobremesas: beber muito líquido pode antecipar a sensação de saciedade, e não é isso que você pretende em um rodízio. Lembre-se que bebidas e sobremesas são cobradas por fora, consulte o preço ao pedir.
  • Aprecie com moderação: ninguém encara o rodízio como uma degustação de sabores variados, sabemos disso, mas também não há necessidade de se empanturrar. O ideal é comer devagar até perceber que está satisfeito. E nada de fazer quentinhas, não tem nenhum bárbaro aqui.

Agora que você já sabe como fazer bonito no rodízio de carnes, confira as ofertas de churrascaria no Peixe Urbano!