Danças para queimar calorias e ficar de bem com o corpo

Quem não é muito de frequentar academia pode encontrar uma maneira muito mais divertida de se exercitar… dançando. Isso porque há estilos para todos os gostos: balé, salsa, pole dance, entre outros. Então não precisa mais inventar desculpas para não fazer uma atividade. Além de definir o corpo, os ritmos auxiliam na queima de calorias, na melhora da autoestima e ainda ajudam você a fazer bonito arriscando alguns os passos numa festa. Por isso, nossa equipe fez uma listinha especial de estilos de danças para você. Se joga!

Balé

Os movimentos do balé, além de queimarem calorias, são lindos e ajudam a ganhar força e resistência. Também definem e tonificam os músculos de todo o corpo. Aqui no Peixe você encontra vários espaços que oferecem as aulas.

Pole dance

A prática de pole dance envolve queima de calorias, flexibilidade, fortalecimento da musculatura e muita sensualidade. É uma dança ideal para qualquer idade. Então, que tal experimentar?

Dança do ventre

Outra modalidade bem legal e envolvente é a dança do ventre. Não se sabe ao certo sua origem. Uns dizem que surgiu como rituais de fertilidade no Egito, outros, como certo tipo de dança pélvica, ainda encontrada em algumas regiões do norte da África. Com menos esforço sobre as articulações, a mistura rítmica trabalha quadris, abdômen, peito, ombros, braços e costas. Depois de poucos meses praticando já possível ver o fortalecimento dos braços, pernas, glúteos e da região pélvica.

Zumba

A zumba é uma das melhores danças para queimar calorias e tonificar os braços. Inspirada em ritmos latinas, ela trabalha com um mix de coreografias e repetições que, além de divertir, dão forma aos músculos das pernas e dos glúteos.

Salsa

A dança de ritmo latino também ajuda a desenvolver força e resistência e é perfeita para deixar as pernas e os glúteos esculpidos. E se quer manter uma boa postura, a salsa é a pedida certa. Isso porque ela fortalece a parte superior do corpo.

Dança de salão

A milenar dança teve origem na França, na corte do Rei Luís XIV de França. Acredita-se que a maneira como o casal se posiciona, lateralmente, surgiu devido aos soldados que carregavam suas espadas na cintura.

Street

Diretamente dos guetos dos Estados Unidos para os centros urbanos de todo o mundo, o street dance (dança de rua) é uma mistura de ritmos. A modalidade traz vários benefícios para quem a pratica, como desenvolvimento dos aspectos físico, cognitivo e social.

Sapateado

Mistura de dança irlandesa com passos africanos, o sapateado fortalece pernas e pés, além de aumentar a flexibilidade nos quadris, joelhos e tornozelos. Os dançarinos produzem sons  ritmados com as solas dos sapatos.

Samba de gafieira

O samba de gafieira surgiu no Rio de Janeiro no século XX, derivado do Maxixe. Assim como em outros tipos de danças, o ritmo coloca o corpo em aceleração e ajuda a melhorar as funções vitais do organismo, como a digestão, a respiração e a circulação, além disso, acelera a queima de calorias.

E aí, já escolheu a sua modalidade preferida? Aproveite e confira as ofertas do Peixe Urbano para queimar calorias e entrar no ritmo.