10 dicas para melhorar suas fotos de viagem

fotos de viagem

Voltar de viagem dá uma dorzinha no coração, mas podemos encontrar algum conforto nas milhares de fotos tiradas durante as férias. O problema é selecionar as melhores, apagar as repetidas, tremidas etc. Na ansiedade de registrar cada momento, acabamos com centenas de fotos de viagem que vão direto para a nuvem.

Para que seja ainda mais prazeroso percorrer os seus registros de viagem, reunimos algumas dicas para você conseguir cliques com maior qualidade e originalidade.


1. Conheça os segredos da sua câmera

As câmeras digitais e os celulares são capazes de tirar fotos cada vez melhores em termos de resolução. Dedique uma horinha para ler o manual, conheça as funcionalidades e aprenda a configurar a câmera para cada situação. Evite usar câmeras de tablets, pois são mais difíceis de manusear (pelo tamanho) e registram imagens com menor qualidade.

Vale a pena investir em um cartão de memória para tirar fotos de viagem com alta resolução, assim você poderá ampliá-las sem perder qualidade. Além disso, você poderá clicar quantas vezes quiser.


2. Explore ângulos e posições

Não se intimide com as pessoas ao seu redor, você provavelmente não as verá novamente. Sinta-se à vontade para procurar o melhor ângulo para a sua foto: pode se agachar, deitar no chão, subir em bancos. Apenas evite “entrar” na foto do amiguinho.


3. Entenda um pouco de composição

Uma paisagem tem elementos diversos, que serão captados em diferentes planos na sua foto. Organize cores, formas e sombras, tendo em mente que a pessoa ou objeto principal da cena não precisa estar no meio.

Uma dica básica é a regra dos terços: você deve imaginar a tela dividida com um “jogo da velha”. As linhas e os pontos onde elas se cruzam são as regiões que atraem maior atenção, o que deve direcionar o seu enquadramento. Algumas câmeras têm a opção de mostrar essas linhas na tela. Em fotos de paisagem, o horizonte deve estar em um dos terços, por exemplo, não no meio da foto. Evite deixá-lo torto, principalmente em fotos do mar.


4. Foto de perfil nas redes sociais

Se você quer aproveitar a viagem para renovar a foto do perfil, uma sugestão é aparecer em primeiro plano e deixar o fundo levemente desfocado. Mas se a paisagem é a Torre Eiffel ou outro ponto turístico que você quer destacar, apenas posicione-se mais próximo do fotógrafo, para que você pareça um pouco maior na imagem. A regra dos terços também vale para esse caso.


5. Atenção ao segundo plano

O famoso photobomb pode ser intencional ou não, sendo muitas vezes inevitável em locais muito turísticos. Preste atenção ao fundo da foto, pois uma pessoa ou situação engraçada pode roubar a cena. Note também os galhos, postes e outros elementos que podem atrapalhar a composição da foto.


6. Flash e fotos noturnas

Prefira sempre a luz natural ao flash, pois ele é muito forte e tem uma cor diferente do ambiente, criando imagens esbranquiçadas e sem profundidade. Você pode usar a lanterna do celular ou outras fontes de luz para iluminar um objeto e então tirar a foto.

Para fotografar à noite, uma opção é ajustar o ISO (sensibilidade do sensor da câmera) para compensar a pouca luz. Quanto maior o ISO, maior a capacidade de capturar luz, no entanto, mais chance da foto sair tremida. Nesse caso, use um tripé ou apoie a câmera em uma superfície. Explore essa função também em igrejas e museus, onde o flash é proibido.

O flash pode ser útil em uma situação: para fotografar um monumento quando o sol estiver atrás dele. Nesse caso, o flash vai iluminar a parte que está na sombra, deixando a imagem mais nítida.

Ainda falando de contra-luz, você pode conseguir um registro interessante ao fotografar uma pessoa ou objeto contra o sol, capturando apenas sua silhueta. Vai ficar ainda mais bonito durante o nascer ou o pôr do sol.


7. A hora dourada

A “hora dourada” ou “hora mágica” acontece no inicinho ou no final do dia (cerca de uma hora antes do nascer do sol ou uma hora depois dele se pôr). Nessas ocasiões, as cores ficam mais bonitas e as sombras mais suaves, revelando detalhes e imagens encantadoras. Aquele momento pra postar fotos de viagem com a hashtag #semfiltro.

Em contraponto, o sol do meio-dia pode criar sombras tenebrosas nas pessoas, destacando olheiras, por exemplo. No sol a pino, a solução é procurar uma sombra de árvore ou prédio para tirar a foto.


8. Evite o zoom

Se o zoom da sua câmera não for aquele em que a lente se projeta para frente, evite-o, pois a imagem perde resolução, podendo sair distorcida ou tremida. O ideal é se aproximar do seu objeto.


9. Não fotografe sem permissão

Para registrar um nativo em trajes locais ou numa situação cotidiana, peça permissão antes de fotografar. Respeite a resposta negativa e não tire fotos escondido. O mesmo vale para fotografar obras de artistas de rua ou produtos de artesanato, quando os responsáveis estiverem presentes.


10. Um passo além

Você pode melhorar as suas fotos de viagem com edição, usando funções básicas de programas como Photoshop Express, Pixlr Express, Snapseed, além de opções no próprio Instagram. Leia um pouco sobre contraste e saturação, mas aplique sem exagerar, para não ficar artificial.


Encontre a sua próxima viagem no Peixe Urbano e confira as câmeras e outros acessórios disponíveis. Claro, não se esqueça da revelação de fotos quando voltar!