Os benefícios do happy hour: 4 motivos para dar uma esticada

happy hour

“Só um choppinho, para chegar cedo em casa”

Quantas vezes você disse isso antes do happy hour e quantas vezes quebrou a promessa de ficar só no primeiro chopp?

Um ambiente de trabalho saudável pressupõe uma dose equilibrada de descontração, que pode envolver álcool às vezes. Você não precisa ser da turma com mesa cativa no bar, mas uma prolongada esporádica é bem-vinda.

Como surgiu o happy hour?

A tradição da “hora feliz” começou na década de 20, entre marinheiros norte-americanos. O termo se refere ao período de lazer nos navios, quando os trabalhadores relaxavam em rituais que envolviam cerveja e lutas de boxe.

Outra versão atribui as origens do happy hour ao período de Lei Seca nos Estados Unidos, quando o consumo de bebidas alcoólicas era proibido. Cidadãos de classe alta faziam paradas em estabelecimentos clandestinos ou casas particulares para um drinque antes do jantar.

Há quem diga ainda que a tradição vem do Egito ou da Europa, mas o fato é que tomar uma cervejinha após um longo dia de trabalho parece tão intuitivo quanto fazer uma pausa para o café. Em todo caso, o termo “happy hour” se popularizou na década de 60, quando foi usado em um artigo da revista americana Saturday Evening Post.

Os benefícios do chopp corporativo

A prática ganhou muitos adeptos e pode trazer benefícios à vida profissional. Parece argumento furado para convencer o colega a tomar uma cerveja (de fato, não há estudos científicos que comprovem), mas podemos listar algumas vantagens:

1. Boas relações no trabalho

Fazer amigos no ambiente de trabalho torna a sua rotina mais prazerosa e menos estressante. Muitas vezes as afinidades são descobertas fora do escritório.

2. Confiança e parceria

A amizade com colegas de trabalho se reflete na relação profissional, embutindo mais confiança e cumplicidade às relações, além de abrir o canal de comunicação.

3. Rede de contatos

O happy hour é uma ótima oportunidade para networking, pois estabelece laços entre profissionais, inclusive de áreas e empresas diferentes. Relações pessoais podem render frutos a longo prazo, na hora de uma indicação ou parceria.

4. Mais descontração, menos estresse

Uma dose de descontração é fundamental para não ser engolido pela rotina de trabalho. O happy hour não é a única opção, mas é um bom incentivo para equilibrar lazer e ofício.

Aprecie com moderação

Vale dizer que a atividade é altamente recomendada, mas deve ser apreciada com alguma moderação. O que deveria ser uma horinha feliz, dificilmente dura apenas uma hora, podendo se estender noite adentro.

Além de eventualmente pesar no bolso, é bom lembrar do dia seguinte, principalmente se a esticada acontecer durante a semana. Ninguém condena uma cervejinha pós-expediente, já uma cara amassada e uma queda de produtividade motivada por ressaca…

Um último toque: por mais que o momento seja de descontração, seus companheiros de copo são contatos de trabalho, atuais ou em potencial, então é interessante manter um mínimo de compostura.

No mais, só resta aproveitar. Já deu 18h?


Confira bares e restaurantes com desconto no Peixe Urbano para curtir o happy hour!