Toalhas e cultura geek no Dia do Orgulho Nerd

 

O dia 25 de maio, também conhecido como Dia da Toalha, é um marco importante da cultura geek. A data criada em homenagem ao escritor britânico Douglas Adams, autor de “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, compete em relevância nerd com o 4 de maio (“may the 4th be with you”). Mas se você não entendeu nada até aqui, não entre em pânico, vamos explicar.

 

 

O Dia do Orgulho Nerd marca o lançamento do filme “Star Wars Ep. IV: Uma Nova Esperança” nos Estados Unidos, em 25 de maio de 1977. Também é chamado de Dia da Toalha para prestigiar Douglas Adams com uma de suas maiores referências: a definição da toalha como item básico de sobrevivência para qualquer mochileiro intergaláctico.

 

 

O termo “geek” foi ressignificado ao longo da última década, passando de insulto a elogio, mas continuou designando nerds dos mais variados gostos: quadrinhos, RPG, tecnologia, videogame, ficção científica etc.

 

 

Não bastassem os estereótipos e modismos, um obstáculo na interação de nerds com o resto do mundo é, muitas vezes, o vocabulário. Para surpreender o seu amigo geek nesse Dia da Toalha, que tal aprender algumas expressões do seu dialeto?

 

“Bem-vindo ao meu mundo.”

 

RPG: abreviação de Role Playing Game (“jogo de interpretação de papéis”), no qual os participantes assumem papéis de personagens e constróem suas narrativas com liberdade criativa, que determinam o rumo do jogo.

Noob: também chamado de “newbie” ou “n00b”, é uma gíria que veio da expressão “new boy” (“garoto novo”). Na internet, identifica usuários iniciantes, com pouca ou nenhuma experiência em games, informática e outras áreas.

Otaku: fãs de animes e mangás (animações e gibis japoneses)

Bot: deriva da palavra “robot” (“robô), sendo utilizada em jogos para identificar personagens controlados pelo computador

Lag: abreviação da expressão “latency at gaming” (“latência no jogo”), ou seja, quando o jogo trava devido à conexão lenta.

FPS: abreviação de “First Person Shooter” (atirador em primeira pessoa) para definir os jogos com interface em primeira pessoa, ou seja, a visão do personagem é a mesma do jogador. Doom é o exemplo mais famoso.

LOL: abreviação de League of Legends, um jogo de RPG disputado entre campeões com habilidades específicas, que evoluem o nível ao longo da partida. Pensou que tinha acertado essa com “laughing out loud”?

 

 

Fandom: junção das palavras “fan kingdom” (“reino dos fãs”), o termo é atribuído a grupos de fãs de jogos, livros, séries etc.

Cracker: usuário que invade computadores alheios para obter informações e dados pessoais, causando prejuízos. São diferente dos hackers, que modificam softwares de computadores de forma legal, buscando adaptar ou melhorar suas funcionalidades. O termo “cracker” foi criado por hackers, para diferenciar as práticas antiéticas de seus “colegas”.

Beta: versão de pré-lançamento de um jogo ou outro software, lançada por empresas antes de finalizarem o produto, para que os usuários possam testar e opinar.

P2P: abreviação de “peer-to-peer” (“par-a-par”), designa um formato de rede de computadores usada principalmente no compartilhamento de arquivos pela internet (troca de músicas, filmes, programas e jogos)

***

Agora que você consegue se virar no vocabulário, confira ofertas de games e informática no Peixe Urbano!