Baidu, o ´Google Chinês´, compra controle do site Peixe Urbano (Folha de S. Paulo)

A empresa chinesa Baidu, dona do segundo site de buscas mais usado no mundo, anunciou nesta quinta-feira (9) a compra do portal de ofertas brasileiro Peixe Urbano. Os valores da operação não foram divulgados.

Essa é a primeira aquisição feita pelos chineses no país –a operação brasileira da companhia, hoje com 20 funcionários, foi inaugurada em novembro de 2013. A versão em português do sistema de buscas começou a funcionar apenas em julho deste ano.

Yan Di, diretor-geral do Baidu Brasil, diz que a negociação faz sentido porque a tendência é que as pessoas façam cada vez mais buscas por ofertas de serviços na internet, em vez de apenas informação.

“Na China, você quase não consegue pegar um táxi ou ir ao cinema se não tiver comprado um ingresso on-line. Isso vai ser replicado aqui”, diz. Ele não descarta novas aquisições -Di afirma que “é cedo para falar sobre receita ou monetização no Brasil”.
Com o negócio, o Baidu vai assumir o controle do Peixe Urbano, mas Julio Vasconcellos permanece como presidente-executivo. Antigos acionistas do negócio, que vão de seis fundos de capital de risco ao apresentador de TV Luciano Huck, deixam a sociedade.

13316255Coincidência

Vasconcellos afirma que a negociação com o Baidu começou por “coincidência”. Ele conta que a companhia já estava no mercado buscando novas rodadas de investimento. Durante uma visita oficial do presidente chinês, Xi Jinping, e do líder do Baidu, Robin Li, ao Brasil, os chineses acabaram conhecendo os brasileiros e se interessaram pela negociação.

O negócio foi fechado em um mês, diz Vasconcellos.

O Peixe Urbano, fundado em 2010, foi um dos primeiros sites de compras coletivas a operar no Brasil, mas foi gradualmente abandonando o modelo, que cresceu e decaiu rapidamente no Brasil, envolvido em queixas de clientes e associações de defesa do consumidor.

Desde 2012, a empresa passou a se posicionar como um site de descontos, sem que seja necessária a adesão de um determinado número de clientes para liberar a oferta.

A mesma trilha foi seguida por concorrentes como o Groupon, que virou um “shopping center de bolso”, com ofertas de produtos e serviços locais, e o Clickon, que se concentrou no segmento de pacotes de viagem.

Ajustes

Por causa dessas mudanças, o Peixe Urbano teve de fazer ajustes. Hoje, a companhia tem 280 funcionários no Brasil – já foram entre 700 e 800 há cerca de três anos.

Vasconcellos diz que essa estratégia fez com que voltasse ao ponto de equilíbrio entre receitas e despesas em 2013 e que a busca por mais dinheiro tinha como objetivo voltar a acelerar o aumento dos negócios do site.

A expectativa também é usar as tecnologias, especialmente de sistemas para aplicativos móveis, desenvolvidos pelos engenheiros da companhia chinesa. “Eles têm sistemas de geolocalização, de aplicativos móveis, de busca e personalização que são difíceis de desenvolver sozinho”, afirma.

O investimento no Peixe Urbano faz parte da promessa do Baidu, feita durante a visita do mandatário chinês ao Brasil, de investir R$ 120 milhões no mercado brasileiro em três anos.

A companhia está negociando com institutos de pesquisa e universidades para construir um centro de pesquisa e desenvolvimento no país. De acordo com Di, não há prazo para a inauguração.

Baidu/2013
Faturamento US$5,3 bilhões
Lucro Operacional US$ 1,8 bilhões
Número de Funcionários 40,5 mil
Principais Concorrentes Google, Yahoo!, Bing (Microsoft)

Fonte: Folha de S. Paulo, 09/10/2014

Folha de S. Paulo