Frete grátis e facilidades são desafios para e-commerce na Black Friday Yahoo Finanças

Yahoo Finanças

A Black Friday, marcada para o dia 29 de novembro, deve movimentar R$ 3 bilhões no e-commerce. O aumento das vendas previsto para o setor é de 18% em comparação com 2018, quando os números atingiram a cifra de R$ 2,6 bilhões, segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) e da consultoria Ebit/Nielsen.

Para as empresas de e-commerce, se destacar entre inúmeras lojas é um desafio. Segundo a plataforma de ofertas locais Peixe Urbano, um visual simples e prático facilita a vida do cliente. Quanto maior o número de etapas necessárias para finalizar a compra, maiores as chances de ele abandonar o carrinho.

Outros dois pontos importantes a serem destacados são: mobile friendly – isto é, investir para que a sua plataforma seja funcional em dispositivos móveis, já que as vendas por celular aumentam cada vez mais; e ter um servidor de qualidade para garantir o atendimento a um maior número de usuários no período.

Criar facilidades também faz a diferença. Um levantamento do Google apontou que as condições de pagamento e parcelamento foram um fator decisivo para 41% dos consumidores no ano passado. A mesma pesquisa revelou ainda que, para 70% das pessoas, o maior motivo para a desistência de uma compra online é o valor do frete.

Segundo os especialistas do Peixe Urbano, uma maneira de atrair novos clientes é oferecer o frete grátis para a primeira compra. Mas é preciso avaliar se vale mesmo a pena arcar com os custos do envio.

“Esta edição promete ser a maior até agora, atingindo um equilíbrio entre on e offline pela primeira vez no país. Por isso, os varejistas precisam estar atentos para deixar toda a operação preparada: experiência do usuário, qualidade, logística, preços, ações de fidelização, TI & sistemas, métodos de pagamentos etc. Como o tráfego e número de transações aumentam muito nesta época, todos os processos são colocados à prova, e estar bem preparado é a chave para evitar imprevistos ao máximo”, afirma Ilson Bressan, CEO do Peixe Urbano.

Estoque

Para não frustrar clientes com falta de produtos, avalie a quantidade de itens disponíveis em estoque, principalmente aqueles que serão destaque durante a Black Friday.

Para Rafael Forte, gerente nacional da plataforma de comércio VTEX, separar os produtos em faixas de desconto pode ser interessante.

“Em relação às promoções, elas podem ser feitas de várias maneiras para impulsionar vendas durante o evento: frete grátis, compre um e leve outro, desconto progressivo”, diz Forte.