Passagem aérea convencional ou passagem com milhas: qual a melhor opção?

Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), entre julho de 2017 e junho de 2018, mais de de 100 milhões de brasileiros fizeram viagens de avião. Viajar de avião é uma ótima opção para quem quer rapidez e conforto. Porém, para quem nunca viajou ou fez poucas viagens de avião, é normal que surja algumas dúvidas sobre compra de passagens, companhias aéreas e etc.

Para definir qual das duas opções é melhor para você, primeiro vamos entendê-las:

Passagens aéreas convencionais:

As passagens compradas de modo convencional não envolvem muito mistério.

Existem diferentes meios para você poder comprar suas passagens aéreas, sendo eles por agências de turismo online ou agências de turismo físicas, sites das companhias, canais de venda por telefone e até lojas no próprio aeroporto, porém, em geral, a passagem será mais cara se for adquirida para um voo imediato.

Caso ainda queira economizar um pouco mais, você tem a opção comprar em sites de compras coletivas ou leilões. Quanto as compras coletivas, empresas como Groupon e Peixe Urbano oferecem pacotes de viagens, atualmente até a própria TAM oferece através do seu portal “Save Me”.

Passagens com milhas:

Com as empresas que emitem passagens aéreas com milhas ganhando cada vez mais popularidade, fica difícil não conhecer essa opção pelo menos de ouvir falar.

Para conseguir as milhas, basta você ter um cartão de crédito e estar cadastrado em algum plano de fidelidade, como o Smile (pertence à Gol), TudoAzul (pertence à Azul) e o Multiplus (pertence à Tam). Cada um desses tem sua própria forma de compensação de milhas, e você pode acessar o site das companhias clicando em seus nomes.

É possível acumular milhas aéreas desde colocando créditos no seu celular, comprando eletrônicos ou até abastecendo seu carro. Cada ação vai se convertendo em pontos que você acumula e troca por milhas aéreas, podendo viajar de graça ou só pagando parte do valor da passagem.

Quanto mais você usar seu cartão de crédito, mais pontos vai acumular. E nesses planos, você paga uma mensalidade para receber milhas, sendo que suas milhas ficam acumulada por um período limite, na Smiles, por exemplo, o período máximo para utilizar atualmente é de 5 anos!

Essas milhas podem ser vendidas ou trocadas, e as empresas que emitem com milhas compram para compor um próprio banco de milhas, que posteriormente é usado para emitir novos bilhetes aéreos.

Afinal, comprar passagem convencional ou passagem com milhas?

Do ponto de vista econômico, comprar com milhas acaba sendo mais vantajoso, por conta das empresas que prestam esse serviço fixarem seu próprio preço, que muitas vezes pode ser mais baixo do que os das cias aéreas.

O ideal é analisar o que é mais vantajoso para você, mas caso não tenha milhas e deseje preços mais baratos, acesse nosso site, faça sua simulação conosco e faça de sua viagem mais econômica!