10 dicas do Peixe Urbano para curtir o verão de Berlim

Considerada uma das cidades mais cosmopolitas de toda a Europa, Berlim, capital da Alemanha, é praticamente um museu a céu aberto. Lá, o turista respira história a cada esquina que passa. E umas das melhores temporadas para conhecer a região é agora em pleno verão berlinense. Por isso, nós do Peixe Urbano selecionamos algumas sugestões incríveis sobre a cidade para você. Confira.

East Side Galery

A galeria ao ar livre conta com o que restou do histórico Muro de Berlim, que durante a Guerra Fria – dividia a cidade em duas partes: a Ocidental, capitalista, e a Oriental, socialista. Com a queda do muro, em 1990, artistas de todo o mundo deixaram suas mensagens de esperança e paz por lá.

Portão de Brandemburgo

Hoje, símbolo da reunificação e um dos monumentos mais conhecidos da Alemanha, o Portão de Brandemburgo marcou a divisão entre o Leste e o Oeste de Berlim, durante a guerra. O portal foi construído entre 1789 e 1791, pelo arquiteto Carl Langhans, e fica na Praça Pariser Platz, na charmosa Avenida Unter den Linden.

Palácio do Reichstag

O palácio, que abriga o parlamento alemão, foi erguido em 1884 pelo arquiteto Paul Wallot. Bombardeado durante a Segunda Guerra Mundial, o espaço foi restaurado entre 1961 e 1964. O imponente prédio tem opção de tour gratuito à sua cúpula. O agendamento pode ser feito é pelo site do palácio.

Berliner Fernsehturm

A famosa torre de TV, com 203 metros de altura, fica na Praça Alexanderplatz, no Centro de Berlim. O monumento conta com uma vista panorâmica para a cidade, além de um bar e restaurante com atrações diárias.

Gedächtniskirche

A Igreja Memorial Imperador Guilherme (Gedächtniskirche) é uma das atrações mais famosas da cidade. A construção neo-romana foi erguida entre 1891 e 1895, em homenagem ao Rei Guilherme I, da Alemanha. Destruída após bombardeios, a torre do local virou um símbolo da devastação causada pela Segunda Guerra Mundial.

Checkpoint Charlie

O Checkpoint Charlie era um posto militar ocupado por americanos na fronteira entre Berlim Oriental e Berlim Ocidental, durante a Guerra Fria. Atualmente, há uma réplica da cabine na Rua Friedrichstrasse. Na mesma rua foi fundado por ativistas o Museu  Checkpoint Charlie, que conta com exibições sobre o Muro de Berlim e os movimentos de direitos humanos.

Holocaust-Mahnmal

O Memorial aos Judeus Mortos da Europa, também conhecido pelo Memorial do Holocausto, é dedicados aos milhões de mortos durante a Segunda Guerra. Localizado entre a Potsdamerplatz e o Portal de Brademburgo, o monumento conta com 2.711 blocos de concreto cinza escuro e um anexo subterrâneo, onde estão os nomes das vítima do Holocausto.

DDR Museum

O museu retrata a história de como era o dia a dia dos alemães na época da Deutsche Demokratische Republik (DDR), o lado oriental e comunista da Alemanha. Os visitantes podem conhecer os costumes, os objetos utilizados, além da forte influência cultural que a Rússia exercia no país. No local também é possível entrar no Trabant, famoso carro da época, e “dar uma volta” pelas ruas da região, através de um telão interativo.

Biergartens

São os lugares mais frequentados durante o verão de Berlim. Trata-se de áreas externas espalhadas por toda cidade. Nelas, é possível degustar maravilhosas cervejas alemãs, acompanhadas dos famosos salsichões, conhecidos como bratwurst.

Culinária local

De fast food a restaurantes com cozinha internacional, a culinária de Berlim é bem diversificada. Porém, a gastronomia árabe se destaca nas ruas da cidade. Entre as delícias mais encontradas estão o döner kebab (carne assada num espeto vertical e fatiada antes de ser servida); e o falafel (salgadinho frito de grão-de-bico ou fava moídos, normalmente misturados com alho, cebolinha, salsa, coentro e cominho).  

Confira todas as nossas ofertas de viagem!

E acompanhe também o blog do Peixe Urbano!

Contato: imprensa@peixeurbano.com