Peixe Urbano dá dicas para se preparar para a Black Friday

Uma das épocas mais importantes para o varejo nacional, a Black Friday deste ano cai em 29 de novembro e promete um faturamento acima de R$ 3 bilhões para o e-commerce. O aumento das vendas previsto para o setor é de 18% em comparação com 2018, quando os números atingiram a cifra de R$ 2,6 bilhões, segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) e da consultoria Ebit/Nielsen. 

A previsão é otimista, porém, para ter sucesso nas vendas, é preciso levar alguns pontos em consideração. De acordo com a pesquisa “New Shopping Experiences”, feita pelas consultorias Provokers e Float/Quantas, em julho de 2019, a pedido do Google, conveniência e qualidade do atendimento, por exemplo, devem ter tanta relevância quanto o quesito preço. No entanto, se preparar com antecedência é uma das maneiras mais eficazes para conseguir se destacar, em meio ao turbilhão de lojas, comércios e serviços anunciando abatimentos nos valores. Por isso, a equipe do Peixe Urbano, maior plataforma de ofertas locais do Brasil, fez uma listinha para ajudar seu e-commerce a se planejar para a Black Friday.

Foco na experiência do usuário

No e-commerce, a plataforma de compras é a porta de entrada para os consumidores. Por isso, ela precisa ser quase intuitiva, ou seja, com um visual simples e prático para facilitar a vida do cliente. Quanto mais passos para finalizar a compra, mais chances para ele abandonar o carrinho. Outros dois pontos importantes a serem destacados são: ser mobile friendly, já que as vendas por celular aumentam cada vez mais; e ter um servidor de qualidade para garantir o atendimento durante o período maior de usuários.

Crie facilidades

Ainda de acordo com o levantamento do Google, as condições de pagamento e parcelamento foram um fator decisivo para 41% dos consumidores no ano passado. Então, as chances são maiores para aqueles que têm na boa experiência de compra um diferencial. 

Frete gratuito

De acordo com 70% das pessoas que responderam à pesquisa encomendada pelo Google, o maior motivo para a desistência de uma compra online é o valor do frete. Uma maneira de atrair novos clientes é oferecer o frete grátis para primeira compra. Mas, claro, é preciso avaliar se vale mesmo a pena arcar com os custos do envio. 

Tenha um planejamento

É interessante analisar quais são os produtos e serviços mais vendidos, criando uma estratégia forte para a Black Friday. É importante definir se serão oferecidos mais descontos, por quanto tempo, se haverá ações de incentivo como cashback ou vale-presente, investimento em marketing, etc. 

Online e offline

Uma situação inédita é esperada para a edição deste ano: o número de consumidores online e em lojas físicas deve se igualar. Porém, o aumento pelas buscas offline não significa que o e-commerce deve ser deixado de lado, muito pelo contrário. Investir em uma comunicação e venda multicanal pela internet pode expandir as possibilidades de atingir o público-alvo, criando facilidades para atrair clientes para estabelecimentos como restaurantes, por exemplo.

Aproveite as ofertas do Peixe Urbano e se prepare para a Black Friday.

Contato: imprensa@peixeurbano.com